capoafinal

 

(09.08.2019) Com a chegada de novas tecnologias, é necessário estar sempre atento aos golpes que surgem com elas. Um crime que vem se popularizando no Brasil é a clonagem de WhatsApp, onde estelionatários se passam por empresas para roubar contas do aplicativo e solicitar dinheiro aos contatos das vítimas.

comofunciona

1) A vítima anuncia algum produto em sites de comércio eletrônico, como MercadoLivre ou OLX, indicando o número de WhatsApp para contato;

2) Os estelionatários enviam uma mensagem para o anunciante se passando pela empresa de comércio eletrônico, solicitando a atualização de dados cadastrais e o fornecimento do código de seis dígitos repassado via SMS;

3) Após receber o código enviado pela vítima, o criminoso consegue acesso a todas as ações do WhatsApp, iniciando conversas  com os contatos e solicitando dinheiro e outros benefícios.

oquefazer

- Avise familiares e amigos sobre o ocorrido, informando que não repassem dinheiro nem dados pessoais para os criminosos;

- Caso alguma pessoa tenha feito transferência, comunique a instituição bancária para que cancele a transação;

- Registre um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil, informando todos os dados trocados entre os criminosos e sua lista de contatos, como contas bancárias e endereços;

- Envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. com o Boletim de Ocorrência em anexo, o assunto "Perdido/Roubado", e o seguinte corpo de mensagem:

"Prezados,
Serve o presente para informar que a conta +55xxxxxxxxx foi sequestrada e que os atacantes passaram a realizar o envio de mensagens em massa (SPAM) para diversos contatos e grupos solicitando transferências em dinheiro.
Solicito o bloqueio e/ou banimento imediato da conta número +55xxxxxxx.
Muito obrigado."

comoevitar

- Ative a verificação em duas etapas no WhatsApp no menu Ajustes>Conta. O aplicativo passará a solicitar a senha cadastrada esporadicamente, evitando que a conta seja utilizada por terceiros;

- Nunca repasse dados de SMS para terceiros. Não é normal que empresas de comércio eletrônico entrem em contato com clientes via WhatsApp;

- Fique atento com dados conflitantes nas mensagens recebidas.

- Nunca realize transações bancárias sem antes ter certeza de com quem está falando.

 

Texto e arte: Assessoria de Comunicação Polícia Civil

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: direcaogeral@ssp.sc.gov.br

2019 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search